• No Brasil, o e-sports é um reflexo sobre como, cada vez mais, o país está presente no universo dos esportes eletrônicos, devido a forte presença de jogadores de futebol brasileiros.

    O cenário é perfeito, pois é onde os jogadores da vida real conseguem passar seus momentos de lazer, jogando no virtual. 

    Mais ainda, eles estão não somente jogando, mas investindo no mercado e criando seus próprios times e organizações.

    Além disso, os jogadores brasileiros são verdadeiros influenciadores do meio e através de suas imagens de celebridades esportivas, conseguem aumentar a audiência para esse mercado que só inova.

    E não se engane, não são somente jogos virtuais da FIFA, mas vários outros como Counter-Strike, League of Legends, Fortnite e Free Fire que estão entre os favoritos. 

    Neste artigo, vamos falar sobre quem são os principais jogadores brasileiros que, nas horas vagas, são verdadeiros gamers virtuais. 

    e-Sports, imagem ilustrativa. Reprodução

    O mercado de e-Sports no Brasil

    As expectativas para este ano é de que o mercado de e-Sports alcance uma receita de US $2 bilhões (cerca de R $7 bilhões) até o final de 2022.

    Isso só mostra o seu crescimento vem dominando o universo tecnológico e trazendo uma audiência, cada vez maior, para as competições.

    Neste contexto, podemos entender que o os Esportes eletrônicos ou e-Sports falam sobre competições de jogos eletrônicos, que vão desde futebol até jogos de tiros, em que atletas disputam partidas on-line ou em eventos presenciais. 

    Em sua maioria, a audiência acompanha tudo isso através de plataformas de streaming ou mesmo no local do evento. 

    Jogadores de futebol que jogam e-Sports

    A lista é extensa e recheada de craques do futebol. Aqui, estão os principais deles, seus jogos favoritos e como estão apostando no mercado do e-sports.

    Confira!

    Neymar Jr.

    O camisa 10 da Seleção Brasileira é um fã dos esportes virtuais. Ele sempre aliou sua vida jogando bola com a diversão nos jogos virtuais. 

    Não à toa, o jogador se tornou streamer no Twitch e já conta com 1,9 milhões de seguidores na plataforma.  

    Entre seus jogos favoritos estão os jogos da FIFA, Player Unknown ‘s Battlegrounds e  Counter-Strike.

    Ao entrar para o Twitch, em sua primeira partida, Neymar contou com mais de 100 mil pessoas ao vivo, simultaneamente, para acompanhar o craque da Seleção.

    Neymar Jr – Fortnite
    Neymar Jr – e-Sports

    Casemiro

    Casemiro é mais outro craque da seleção brasileira, além de ser o volante do Real Madri. Mas nas horas vagas, é no mundo do e-Sports que ele se joga. 

    E não somente como gamer, mas como grande investidor do mercado do esporte virtual. 

    Isso porque, Casemiro lançou sua própria organização, Case Esports, e já tem seu time oficial de CS:GO (Counter-Strike: Global Offensive).

    Tais jogadores se mudaram para uma casa em Madri e é de lá que competem nos campeonatos europeus. 

    Além disso, Casemiro preza para que o time da Case Esports seja composto somente por brasileiros, bem como, tem como objetivo o incentivo aos jovens talentos gamers.

    Para além da CS:GO, no ano passado também foi anunciada a entrada da organização em outras modalidades, como League of Legends, Valorant e FIFA.

    Case Esports

    Paquetá

    O jogador brasileiro, ex-Flamengo e atual contratado para o time inglês West Ham, leva muito a sério a sua paixão pelos eSports. 

    Ele foi um dos primeiros jogadores brasileiros a entrar na onda dos jogos virtuais, e desde 2019 tem a sua equipe, que jogou nas primeiras ligas da Gamers Club.

    A Paquetá Esports Gaming é o nome da equipe de CS:GO do jogador. Porém, em 2021 a equipe encerrou suas atividades, deixando livres para contrato, todos os integrantes do time que até então, conseguiu ser um dos melhores de CS:GO.

    Paquetá Esports Gaming
    Paquetá Esports Gaming

    Felipe Melo

    Felipe Melo é o atual volante do Fluminense, mas também, grande fã dos esportes virtuais, seja nos mapas de Rainbow Six Siege ou nos campos digitais de FIFA.

    Sua paixão pelos esportes virtuais, como todo fã, também já causou polêmica, quando ele protestou contra a EA Sports, por problemas ocorridos em sua conta do FIFA 21. 

    e-Sports, Felipe Melo

    Gabriel Jesus

    Gabriel Jesus não esconde que são nos jogos virtuais, sobretudo CS:GO e FIFA que ele tem seus momentos para se divertir, fora dos campos. 

    O atual atacante do Arsenal, time inglês, já participou de campeonatos de CS:GO ao lado dos amigos e até mesmo Neymar participou da live para acompanhar o craque, ao lado de 10 mil usuários simultâneos. 

    e-Sports, Gabriel Jesus

    Thiago Silva

    O zagueiro brasileiro que segue grande pelo Chelsea, da Inglaterra, é um dos jogadores da seleção mais antigos, na formação atual. 

    O jogador até curte jogar FIFA, mas a sua preferência é por outros estilos como Call of Duty.

    Dentro de casa, o assunto é levado a sério, onde o ex-jogador do Fluminense guarda as suas coleções de jogos e itens da Call of Duty. 

    Thiago Silva. Reprodução

    João Pedro e Kaique Rocha

    Os dois jogadores de futebol se uniram para formar a Team Vikings, VKS. Fundada pelo atacante João Pedro e o zagueiro Kaique Rocha, tudo começou com Fortnite, mas o momento de destaque foi com o jogo VALORANT.

    João Pedro e Kaique Rocha, TEAM Vikings VKS

    Arthur Melo

    O craque é campeão da Libertadores pelo Grêmio e atualmente joga na Juventus, da Itália.

    E junto ao seu crescimento na carreira como jogador de futebol, aumentou, também, a vontade de investir na 00 Nation, que é uma organização norueguesa de e-Sports. 

    Ele não é um dos fundadores, porém, atua no front, para que tudo funcione bem e sempre captando os melhores players brasileiros para o time deles.

    Dentro da equipe, eles contam atualmente com uma das estrelas brasileiras do CS:GO, Marcelo “coldzera” David. 

    E dentro os demais investimentos da equipe no cenário brasileiro, a 00 Nation montou times de Free Fire e Rainbow Six com atletas nossos.

    Arthur Melo e Gaules, e-sports
    00 Nation, Arthur Melo

    Douglas Costa

    O jogador  brasileiro, ex-Grêmio e atacante no Los Angeles Galaxy, criou a DC Team, que veio para somar no mundo dos eSports.

    De início, atacando no Fortnite, FIFA e depois com uma lineup de PUBG Mobile. Além desses, o jogador afirma sua paixão pela VALORANT e Call of Duty: Warzone. 

    DC e-Sports
  • A Copa do Mundo é um dos maiores eventos globais, com capacidade de atingir uma audiência simultânea de bilhões de pessoas.

    Para o ano de 2022, a edição irá ocorrer no Qatar, e pela primeira vez, não será no meio do ano, devido aos aspectos climáticos do país, que mede altas temperaturas.

    Por isso, além da Copa de 2022 ser em Novembro, começando no dia 20, também irá lidar com questões desafiadoras, como a própria cultura do país anfitrião.

    Neste artigo, vamos conversar sobre o impacto global de uma Copa do Mundo e como o evento este ano irá funcionar no âmbito do marketing.

    Confira!

    Copa do Mundo Qatar 2022

    Ações de marketing na Copa do Mundo 2022

    Quando pensamos em Copa do Mundo, é unânime que é uma época de celebração, festas, marcas, e muita, mas muita gente envolvida.

    O Qatar sediará a Copa do Mundo em 2022 e, portanto, quaisquer ações de marketing precisarão levar em conta as sensibilidades culturais da região. 

    Além disso, a Copa do Mundo é sempre um evento muito esperado e, portanto, haverá uma competição significativa pela atenção de marcas e empresas. 

    Estamos muito perto do evento, e já podemos sentir as movimentações desde o início do ano. 

    Por isso, quaisquer ações de marketing precisarão ser altamente criativas e atraentes para que se destaquem. 

    Qualquer Copa se destaca até mesmo para quem não costuma acompanhar futebol. Logo, seu retorno e visibilidade são enormes, quando o assunto é trazer publicidade aliadas ao tema Copa.

    Porém, é crucial sempre lembrar que a Copa do Mundo não pode ser usada abertamente. Afinal, trata-se de uma propriedade intelectual inviolável, pertencente à FIFA.

    E o que isso quer dizer? O uso do nome está autorizado somente aos patrocinadores oficiais, que possuem exclusividade na hora de usar símbolos e referências diretas em campanhas. 

    Patrocinados oficiais Copa do Mundo 2022

    Fuja do marketing de emboscada

    Além dos patrocinadores oficiais, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) também detém o direito de associar marcas à seleção brasileira e símbolos, usando marcas que possuem essa parceria. 

    Por isso, é completamente proibido fazer publicidade, campanhas de marketing, dentre outras ações, associadas ao nome da Copa, selos e símbolos, caso você não seja um dos patrocinadores.

    É tido como “marketing de emboscada” toda prática que tenta se aproveitar, pegando carona nas publicidades oficiais, para promover outras marcas não associadas. 

    Por isso, na hora de montar estratégias para alcançar seu público, através da Copa, lembre-se de não fazer menções diretas e não usar imagens oficiais. 

    Nessa hora, a criatividade e a inovação devem falar mais alto. Afinal, mesmo tendo um grupo seleto de patrocinadores oficiais, todas as marcas podem e devem aproveitar a época da Copa para alavancar seus nomes. 

    É um evento que só acontece a cada 4 anos e movimenta o mundo inteiro. Mais ainda, estamos falando, também, do Brasil, considerado o país do futebol. 

    Estratégias legais de marketing para sua marca 

    Fica absolutamente liberado utilizar as cores das bandeiras, criar produtos e campanhas que se associam ao futebol de modo geral, bem como, promoções e ações com influenciadores, que remetem ao clima da Copa, sem necessariamente citar as propriedades da FIFA.

    Como exemplo, a Yoki, criou uma campanha na qual o consumidor ganha um balde pipoca no formato de bola de futebol, com as cores da bandeira do Brasil, a cada compra de 4 pacotes de pipoca da marca. 

    Bacana, né?

    Ação de marketing da Yoki para a Copa do Mundo

    Álbum de figurinhas Panini

    Outro produto que já está agitando o mercado, é o tradicional álbum de figurinhas, mobilizando consumidores de todas as idades, desde crianças até colecionadores mais velhos. 

    Estandes para a famosa troca de figurinhas já estão espalhados aos montes nas cidades brasileiras, e certamente se você está lendo esta matéria, já pode ter esbarrado com alguém que está montando seu álbum, ou até mesmo você! 

    Um produto clássico da Panini, que sem dúvidas, faz parte do espírito de toda Copa do Mundo. 

    Álbum de figurinhas Panini

    Camisas da Seleção

    A venda das camisas da seleção brasileira também já está a todo vapor. 

    Segundo a Confederação Brasileira de Futebol (CBF), o uniforme 2022 é “vibrante e arrojado” e tem como inspiração, a coragem e cultura de um povo que nunca desiste. 

    A Nike lançou campanha que anunciou a camisa com slogan “Nossa garra segue em frente”.

    Aqui, podemos sentir, também, um apelo às últimas derrotas e a já conhecida garra do brasileiro, sobretudo, no quesito futebol, de querer muito esse Hexa na prateleira. 

    A sua criação para este ano foi inspirada na “garra e beleza da onça, a camisa une todos os brasileiros”.

    Camisas da Seleção brasileira 2022

    Fortes tendências

    Como sempre, o marketing de influência se mostra como uma das grandes apostas para as campanhas e ações na Copa do Mundo 2022.

    Personalidades esportivas, influenciadores com nicho futebolístico como Luva de Pedreiro e Casimiro, certamente entram para a lista de relevância para aproximar produtos e serviços com os consumidores. 

    Influenciadores Casimiro e Luva de Pedreiro

    Na era atual, para além dos próprios jogadores, veremos a febre dos influenciadores produzindo e reproduzindo muito conteúdo em redes sociais.

    Fica, então, a prova de que quanto mais ativações as marcas fizerem, pensando no universo do futebol, maior será a chance de estarem em contato com seu potencial cliente. 

    Marcas que não interagirem com este segmento, certamente deixarão de aproveitar uma onda que só vem a cada 4 anos. 

    O mascote metaverso da Copa do Mundo no Qatar

    Quando o assunto é Copa do Mundo, o Mascote sempre é uma das principais atrações. Afinal, é responsável por representar, em sua identidade, o país anfitrião do evento.

    Nesta edição da Copa do Mundo 2022, o mascote foi apresentado em um formato novo, inovador e que chamou bastante atenção para a era moderna.

    O “mascote-verso”, como foi chamado, o mascote La’eeb foi criado e lançado em um especial da FIFA, na realidade alternativa do metaverso. 

    Mascote da Copa do Mundo 2022 – La’eeb

    Durante a sua apresentação na realidade virtual, foi possível acompanhar pelo “guia” La’eeb, explicações para a origem dos mascotes, do futebol e reviver os antigos personagens de outras edições, no passeio que ele conduz, no vídeo de apresentação. 

    Mascotes como o Fuleco, Ciao e o Povo Paul deram uma pontinha de aparições. 

    O desenho do mascote da edição da Copa no Qatar fala muito da cultura do país. Ele representa os tradicionais lenços usados pelos árabes e seu nome pode ser traduzido como “jogador super habilidoso”. 

    O vídeo de apresentação foi o que mais chamou atenção, confira abaixo!

    Apresentação oficial do Mascote La’eeb

    O consumo de conteúdo dos brasileiros na Copa do Mundo 2022

    As redes sociais estão tomando conta dos conteúdos relacionados a Copa do Mundo de 2022. 

    De acordo com dados de uma pesquisa realizada pela Globo, na Plataforma Gente, podemos notar que quando o assunto é se informar sobre a Copa, os brasileiros buscam atualizações em sites e portais esportivos (74%); noticiários esportivos (57%); redes sociais (49%); jogos ao vivo (44%).

    A pesquisa teve como objetivo identificar os comportamentos que o consumidor apresenta durante o evento, o que mostrou como a Copa consegue elevar os ânimos e engajamento do brasileiro.

    Os motivos para acompanhar a Copa pelas redes sociais variam. 70% dos entrevistados querem usar as redes como ferramenta para resumir os principais momentos.

    Já 69% desejam acompanhar os memes relacionados ao evento; 63% irão buscar nas redes sociais jogos que já ocorreram e 60% dos entrevistados dizem que as redes sociais servirão como agenda para guiar os dias e horários das partidas que desejam assistir.

    Isso nos mostra o grande legado que uma Copa do Mundo tem e o grande poder de impacto na população brasileira e global. 

    Visto que é um momento esperado, único, e que une as nações, sem dúvidas, não podemos esperar menos do que muito agito, conteúdos, memes, ações, ativações de marcas, e um mercado aquecido, antes, durante e depois de um dos maiores eventos do mundo!

    E você, também está animado para a Copa do Mundo no Qatar 2022?

    Se você é empresa ou produtor de conteúdo e quer fazer parte desses momentos, entre em contato conosco

    Nosso time é especializado em engajar marcas e pessoas, sobretudo em momentos memoráveis como uma Copa. 

  • A ativação de marca é uma estratégia eficiente para ser usada em festivais e eventos.

    As marcas buscam cada vez mais promover seus nomes em festivais, pois entendem que o público presente nesses eventos é altamente qualificado e engajado

    Por isso, através da interatividade, é possível se aproximar do seu público-alvo, criando uma relação de proximidade e confiança. 

    Além disso, os festivais oferecem um ambiente descontraído e informal, o que torna a experiência única e pronta para cativar clientes apaixonados pela marca. 

    Afinal, tudo é sobre disponibilizar a melhor experiência ao consumidor, sobretudo, quando estamos falando de eventos que estimulam bons sentimentos e o público está receptivo à inovações.

    Neste artigo, vamos falar mais sobre como funciona o processo de ativação de marcas em festivais, e como isso pode ser benéfico para o seu negócio. 

    Confira!

    Ativação de marca da Volkswagen Rock in Rio, 2022. Foto: Divulgação.

    O que é ativação de marca?

    Ativação de marca é a estratégia usada pelas empresas para criar uma ligação emocional entre o público e a marca

    Isso é feito através de experiências envolventes e enriquecedoras que ajudam as pessoas a se lembrarem da marca de uma maneira positiva.

    Para garantir que sua ativação de marca seja um sucesso, é importante escolher o festival certo

    Isso significa considerar alguns pontos como o público-alvo da festa, as cores, as mensagens e até a localização do espaço onde você vai estar inserido. 

    Com tudo isso em mente, você terá um resultado muito maior em relação a impressão, memória e vendas. 

    E como escolher o festival certo para a sua marca? Quando você está começando, o ideal é “testar o mercado”, ou seja, teste seu nicho de mercado. 

    Ativação de marca da Heineken, Rock in Rio 2022. Foto: Divulgação

    Por que a ativação de marca em festivais é importante?

    Ativação de marca em festivais é importante porque é uma ótima maneira de gerar visibilidade para a sua marca, produto ou serviço.

    Isso pode ajudar a aumentar o reconhecimento da marca e, consequentemente, aumentar as vendas. 

    Além disso, ativar a marca em festivais também pode ajudar a criar uma relação mais próxima com os seus clientes.

    Isso pode ser feito através da oferta de experiências únicas e de conteúdo relevante

    Como planejar a ativação da sua marca

    Festivais são uma ótima maneira de promover sua marca e aumentar a conscientização do seu público-alvo. 

    No entanto, para garantir o sucesso da ativação da sua marca nesses eventos, é importante planejar com cuidado. 

    Aqui estão algumas dicas para ajudar:

    1 – Defina os seus objetivos

    Antes de começar a planejar a sua atuação no festival, defina qual é o seu objetivo. Qual é a mensagem que você quer passar? Como isso vai impactar positivamente na sua marca?

    2 – Identifique o seu público-alvo

    Não importa em qual festival você esteja se ativando, uma das coisas mais importantes a fazer para uma ativação bem sucedida da marca é identificar seu público alvo. 

    Saber quem você quer alcançar e por que é fundamental para determinar que tipo de ativação será mais adequada às suas necessidades. 

    Por exemplo, se você estiver procurando alcançar um público mais jovem e com mais conhecimento de tecnologia, então uma ativação digital pode ser uma boa opção. 

    Mas se você quiser alcançar um público mais maduro, então uma ativação mais tradicional pode ser melhor. O resultado final é que entender seu público alvo é essencial para planejar uma ativação de marca bem sucedida.

    3 – Escolha o festival certo

    Certifique-se de que o festival seja relevante para o seu público-alvo e que esteja alinhado com os valores da sua marca

    4 – Invista na ativação

     Não economize na ativação da sua marca – isso pode fazer toda a diferença para o seu ROI (ganho de investimento). Em um ambiente festivo cheio de varejistas que estão tentando vender, a ativação é a única forma pela qual as marcas podem se destacar e criar experiências positivas para os seus clientes.

    5 – Aumente a satisfação dos visitantes do festival

    Ofereça uma experiência positiva para aqueles que estão passando pelo seu stand, como um leque de opções de presentes, para que eles possam deixar o evento  com uma ótima impressão de você e do festival.

    6 – Faça parcerias com influenciadores

    O marketing de influência tem tudo a ver com ativação de marcas, pois, a partir dele, parcerias podem ser fechadas com grandes influenciadores, para que eles divulguem o evento, sua marca e dê bons spoilers sobre o que irá acontecer, antes do festival chegar.

    Ativação de marca posto Ipiranga, Rock in Rio, 2022. Foto: Divulgação

    Agora que você já sabe como iniciar e se planejar para uma ativação de marca, comece a fazer boas parcerias, pesquisar por eventos e festivais oportunos, aumentar seu networking e se jogar no universo dos festivais! 

    Se você é influenciador ou marca que deseja melhorar seu alcance ao público certo, entre em contato conosco. Nós, da Samy, somos experts em fazer conexões mágicas entre criadores de conteúdo de qualidade e grandes marcas. 

  • O Rock in Rio é um dos maiores e mais influentes festivais de música do mundo, e as marcas estão presentes, ativando seus nomes e chamando atenção do público, durante os sete dias de evento.

    O marketing de influência é a grande sacada no Rock in Rio e tem tudo a ver com a criação de experiências e a conexão com os fãs em um nível bastante emocional. 

    Dos palcos das marcas às ativações interativas, as marcas estão encontrando novas e criativas maneiras de chegar às milhares de pessoas presentes, circulando pelos vários dias de festival.

    Por isso, com mais de 700.000 pessoas presentes, o Rock in Rio é, sem dúvidas, uma oportunidade privilegiada para as marcas se conectarem com seu público alvo.

    Neste artigo, vamos conversar sobre estratégias de business, ativação de marcas recheadas de inovação e tecnologia, dentro do Rock in Rio 2022, e como o marketing de influência está diretamente ligado a este tipo de evento.

    Confira!

    Foto: Divulgação

    Estratégias de marketing de influência no Rock in Rio

    De patrocínios a colocação de produtos, as marcas estão usando todas as ferramentas de marketing à sua disposição para colocar seus produtos na frente dos milhões de pessoas que participam do festival a cada ano.

    E dessa forma, o Marketing de Influência se mostra, mais uma vez, como a estratégia do momento para promover. 

    Assim, empresas dos mais diversos tamanhos e segmentos, estão se utilizando do evento para alavancar seus nomes e produtos para um grande público.

    A partir de ações com influenciadores, estudos levantaram que mais de 8 milhões de pessoas serão impactadas e poderão acompanhar o que já rolou e ainda vem no Rock in Rio 2022.

    Dentre as marcas, podemos ver Coca-Cola, Natura, Heineken, Doritos, TikTok, Americanas, Olla, dentre muitas outras. 

    A Natura, por exemplo, conta com uma equipe recheada de criadores de conteúdo com o foco na conversa sobre o tema principal, “Transborde Amazônia”

    Contando com influenciadores indígenas, como Isabelle Nogueira, a Natura também conta com outros grandes nomes, como Camila Pitanga, Taís Araújo, Linn da Quebrada, Leandra Leal e Sasha.

    Como as marcas estão aplicando o marketing de influência durante o Rock in Rio?

    As marcas estão aplicando o marketing de influência em grande escala no Rock in Rio. Isso significa que empresas contrataram influenciadores com um grande seguimento nas redes sociais para promover seus produtos e serviços. 

    Sendo assim, marcas e clientes se relacionam em um ambiente mais informal, quando pensamos no contexto de um festival. 

    Mais do que isso, festivais como o Rock in Rio estão elevando as expectativas referentes a ações que promovem cada vez mais, inovação e tecnologia. 

    Inovação e tecnologia no Rock in Rio

    Sem dúvidas, essa está sendo a edição com mais inovação que o Rock in Rio já teve. 

    Mais do que nunca, existe a necessidade de ultrapassar barreiras e passar a ser um evento não somente presencial, mas que leva muita experiência para quem vai acompanhar de casa.

    Parcerias com influenciadores são usadas como estratégias eficientes para que o evento alcance o maior número de pessoas possível, e dessa forma, estratégias e storytelling são contados. 

    A busca por experiências orgânicas é o que o consumidor moderno precisa, justamente pelo comportamento humano ter mudado muito e as novas gerações buscarem intencionalmente por algo.

    Tendo isso em vista é que se sabe que mais de 57% do público online, hoje em dia, consome apenas o que ele busca e o satisfaz, sendo estudo da WGSN – Cultura jovem 2022.

    Ou seja, o marketing de influência mostra a sua necessidade de estar presente, por conseguir levar essa verdade da publicidade ao público, aproximando as tribos dos contextos que elas realmente querem fazer parte.

    Metaverso e Realidade virtual no Rock in Rio

    Conteúdos vestidos de metaverso e realidade virtual ganham espaço, e aqui aproveitamos para falar sobre marcas e suas ativações nesse universo tecnológico e que nós, da Samy, tanto acreditamos. 

    A exemplo, o festival conta com a cobertura do avatar da influenciadora Sabrina Sato, com nome de Satiko, responsável por cobrir um dos patrocinadores do evento. 

    Sabrina e Satiko, foto: reprodução

    Já a Coca-Cola, junto com o Rock in Rio, está de cabeça no metaverso, unido ao jogo Fortnite

    No jogo, os gamers poderão entrar em uma ilha chamada Rock in Verse e poderão curtir o festival no ambiente virtual.

    Que o Rock in Rio é um dos maiores festivais do mundo, isso você já sabe. Agora, tenha certeza de que, além disso, esse ano estamos vivendo a edição mais inovadora de todas.

    Num contexto do retorno dos grandes eventos, e muita tecnologia inserida nas comunidades, a verdadeira visão de business do evento, se mantém e cada vez mais forte. 

    Roberto Medina, criador do festival, foca a sua intenção, junto às marcas que se aliam ao evento, de transformar (com sucesso) o Rock in Rio, numa das maiores estratégias de live marketing e branding experience já vistas. 

    Afinal, a grande sacada é transformar experiências em histórias memoráveis, nas quais os consumidores irão lembrar das marcas. 

    E desde 1985, data da primeira edição, tem dado certo. 

    Se você acredita no poder do marketing de influência em unir propósitos com inovação e tecnologia, conheça o time da Samy e entre para a nossa comunidade de influenciadores.

  • Nos últimos anos, a ascensão da influência digital teve um profundo impacto sobre os jovens. 

    Com o advento das mídias sociais e a proliferação de dispositivos móveis, os jovens estão agora mais conectados do que nunca. 

    Esta conexão constante com o mundo digital levou a uma série de mudanças na maneira como os jovens se comunicam, interagem uns com os outros e veem o mundo.

    Embora o impacto da tecnologia digital sobre os jovens tenha sido amplamente positivo, há alguns pontos negativos a serem considerados também. 

    Por isso, é importante estar ligado aos impactos que a influência digital pode causar nos jovens, sejam positivos ou negativos

    Afinal, são eles quem estão mudando o mundo! 

    Neste artigo, vamos conversar sobre as mudanças no comportamento dos indivíduos e a importância que todas essas rápidas mudanças trouxeram nos novos formatos de se viver.

    Confira!

    A importância das redes sociais

    As redes sociais se mostram cada vez mais importantes na vida dos jovens, seja a nível de desenvolvimento pessoal e até mesmo profissional.

    Elas estão presentes em quase todos os aspectos da vida das novas gerações, desde o entretenimento até a educação, provando que plataformas como Tik Tok, YouTube, Instagram e Twitter são excelentes escolhas, quando bem utilizadas.

    Os jovens estão em melhor posição do que muitos adultos para aproveitar as oportunidades que isso traz. 

    Isso porque eles estão usando as tecnologias para se engajar e fazer a diferença no mundo atual.

    Além disso, as redes sociais têm um enorme impacto na forma como os jovens se relacionam uns com os outros, o que é muito importante para analisar como estão se comportando as gerações atuais, comparadas a outras.

    Todo esse contexto, mostra, também, a grande variedade de conteúdos que são disponibilizados, diariamente, em todo o mundo, por esses indivíduos.

    O acesso à informação, ferramentas e tendências se mostra disponível para todos os momentos, na palma da mão. E vem mostrando como é viver no mundo moderno.

    Imagem Ilustrativa

    O impacto da tecnologia na vida dos jovens

    A tecnologia está mudando o mundo em que vivemos e os jovens estão no centro dessa mudança. 

    Eles são os principais usuários das novas tecnologias que estão transformando a forma como nos comunicamos, nos relacionamos e aprendemos.

    Nem tudo é tão positivo assim

    A mídia digital tem tido uma série de impactos positivos sobre a juventude. Por exemplo, ela lhes proporciona acesso instantâneo a uma grande quantidade de informações e lhes permite se conectar com outras pessoas ao redor do mundo. 

    Entretanto, há também um lado negativo nessa constante conectividade. 

    Muitos especialistas acreditam que muito tempo de tela pode levar ao isolamento social, ansiedade e depressão.

    Com tanta coisa boa, há também um lado ruim. 

    Outros estudos mostraram que metade dos jovens e crianças estão estressados e apreensivos com as notícias. 

    Mais ainda, esses mesmos jovens ainda não têm idade suficiente para entender o contexto em que as notícias estão inseridas e isso faz com que se sintam desprotegidos.

    Impactos positivos vs Impactos negativos

    A influência digital é reflexo dos pais da geração Z

    Seja na busca por um emprego, pelo apoio para uma decisão ou até mesmo pelo estímulo a se engajarem em atividades voluntárias, as gerações mais jovens estão, cada vez mais, buscando influência digital. 

    E isso não é nenhuma surpresa. 

    Desde que seus próprios pais começaram a se conectar nas redes sociais, seja para interagir com amigos e conhecidos ou para manter contato com os filhos, os jovens já estavam vendo como seus pais tinham uma grande influência digital. 

    Agora, estamos vendo jovens que cresceram nessas redes começando a mostrar sua própria influência digital. E isso tem grande impacto!

    Os pais da Geração Z começaram a usar as redes sociais e, em especial, o Facebook, para se engajarem em causas, promover ações e compartilhar de suas opiniões e momentos da vida pessoal.

    Então, é normal assistirmos as gerações atuais indo pelo mesmo viés, de forma muito mais moderna, sobretudo quando se voltam para o lado profissional. 

    Basta notarmos, também, a quantidade de novas profissões que têm surgido, devido ao grande avanço tecnológico e comportamental das pessoas

    Com seus telefones voltados principalmente a aplicativos de mídia social e plataformas de streaming, sem dúvidas suas vidas já são influenciadas principalmente pelo que veem em suas telas. 

    Imagem ilustrativa

    O marketing de influência é a grande sacada do milênio

    O marketing de influência é considerado como uma das principais estratégias para impactar os millennials e a geração Z, as duas gerações mais presentes no digital. 

    Diante dessa leva de gerações já acostumadas com o mundo virtual, a relação dos consumidores com as marcas sofreu muitas alterações e continuará passando por diversas mudanças. 

    Atualmente, os influenciadores digitais são os que movem e agitam estas mudanças. E eles são altamente respeitados, devido a grande autoridade que ganharam no mercado.

    E é por isso que as marcas que desejam fazer parte da conversa querem estar próximas a eles.

    Estudos mostram que cerca de 75% das novas gerações, sobretudo a Geração Z consideram a marca como uma parte do influenciador digital que admiram. 

    Para as empresas, isso representa uma grande oportunidade de impactar esses consumidores.

    Afinal, isso mostra o grande poder de impacto na decisão de compra dos consumidores, que os influenciadores conseguem exercer. 

    Imagem Ilustrativa

    A influência digital transformou o mundo

    A essa altura, fica claro que a forma como consumimos informações também mudou drasticamente. 

    As redes sociais como o TikTok , o Instagram, o Facebook, o Tumblr, o Twitter e o YouTube permitem que milhões de pessoas em todo o mundo divulguem seu conteúdo digital a todo instante.

    Esses canais de comunicação são extremamente influentes e são utilizados ​para transmitir mensagens étnicas, culturais, religiosas e políticas.

    Ou seja, redes sociais são capazes de ditar comportamentos, tendências de consumo, opiniões e abrir espaço para novas ideias. 

    E é exatamente isso que está acontecendo agora: milhões de jovens estão publicando seu conteúdo digital em canais de grande audiência e, com isso, estão afetando o mundo real.

    De acordo com estudos, 64% dos jovens de 18 a 34 anos usaram influenciadores das mídias sociais como fonte para conhecer marcas ou produtos. 

    Mais ainda, 48% dos jovens haviam comprado algo sujeito a recomendações e postagens compartilhadas pelos criadores de conteúdo. 

    E apenas 10% disseram que nunca foram influenciados por alguém que fale de uma empresa ou mesmo de um produto específico.

    Imagem ilustrativa

    Enxergamos aqui, um caminho sem volta. Estamos vivendo uma nova era e ela é cibernética. 

    Se você é uma marca ou um influenciador, junte-se ao nosso time de especialistas em Marketing de Influência e não perca a oportunidade de estar inserido na melhor comunidade de creators do mundo.

  • O TikTok está cheio de “tiktokers” famosos, com milhões de seguidores e um faturamento na altura de verdadeiras celebridades virtuais.

    A rede social, que é febre no mundo inteiro, teve a sua consagração em 2019 com seu boom durante a pandemia, em 2020, quando milhões de pessoas passaram a baixar em massa o app, em busca de entretenimento, frente ao isolamento.

    Hoje em dia, não somente o TikTok é a rede social mais baixada no mundo, como já ultrapassa a casa de 1 bilhão de usuários ativos.

    Tudo isso, também, devido ao grande número de TikTokers famosos que viram a oportunidade de crescer e fazer carreira, produzindo conteúdos dos mais variados assuntos, na plataforma.

    Neste artigo, vamos conversar sobre quem são os tiktokers mais famosos no mundo, o que fazem e quanto estão faturando na rede social comandada pela Geração Z.

    Confira!

    Imagem ilustrativa: TikTokers Famosos

    Quem são os tiktokers famosos e quanto faturam

    A curiosidade em saber mais sobre a fama do TikTok e os seus tiktokers mais famosos, só aumenta. Afinal, nem todos eram conhecidos há muito pouco tempo atrás.

    Aqui, listamos os 5 principais tiktokers mais famosos na rede social. Confira!

    1. Charli D’Amelio, 144,2 milhões de seguidores

    Ainda em 2019, Charli D’Amelio começou a publicar seus primeiros vídeos de dança no TikTok, e atualmente, a influencer conta com mais de 144 milhões de seguidores na rede social. 

    Seu crescimento foi tão absurdo que hoje, Charli não somente é a mais famosa do TikTok, como a que mais fatura. 

    Sobre sua trajetória, Charli tem 17 anos e durante 10 anos foi bailarina profissional. Até se deparar com a fama no TikTok, Charli tomou alguns anos postando vídeos sobre dança e maquiagem. 

    Atualmente, Charli tem sua própria marca de roupas e faz publicidade para inúmeras marcas internacionais, além de ter entrado para o primeiro posto na lista Forbes dos mais bem pagos no TikTok, em 2021, chegando a faturar US$ 17,5 milhões.

    Imagem ilustrativa: TikToker Charli D’Amelio

    2. Khabane Lame,147 milhões de seguidores

    Mais conhecido como o homem que ficou milionário sem falar uma palavra, Khaby começou no TikTok em 2020, após perder seu emprego durante a pandemia. 

    Em casa, foi mais um dos que pulou dentro do TikTok e se entreter, fazendo videos satirizando vídeos virais e mostrando o “óbvio” de truques para facilitar o dia a dia. 

    Khabane é nascido no Senegal, mas desde 1 ano mora na Itália, onde foi criado. Ao assistir os vídeos de Khabi, conhecido em @khaby.lame, você logo percebe a sua identidade no TikTok.

    De acordo com fontes, Khaby já fez um montante de US$ 2 milhões entre patrocínios e pagamentos do TikTok, na plataforma. 

    Imagem ilustrativa: TikToker Khabane Lame

    3. Bella Poarch, 90,8 milhões de seguidores 

    Bella Poarch sempre teve a música em sua vida, sempre compôs e cantou. Mas somente quando entrou para o TikTok é que, finalmente, conseguiu a chance de mostrar todo o seu talento para o mundo.

    A influenciadora, nasceu nas Filipinas, e se mudou para os Estados Unidos aos 13 anos, com seus pais adotivos. Atualmente, revela que não tem mais contato com eles devido aos abusos sofridos na infância. 

    Ela entrou para o TikTok em 2020, num cenário onde já tinham vários tiktokers famosos, e a partir dali, começou a publicar conteúdos de música que, de início, não chegaram a alcançar mais de cem visualizações.

    Então, em Agosto de 2020, Bella fez um lipsync da música M to the B, da cantora Millie B, e o vídeo bateu o recorde de visualizações da plataforma. Dali para frente, a tiktoker só cresceu e hoje, sustenta uma audiência com mais de 90 milhões de seguidores.

    Imagem ilustrativa: TikToker Bella Poarch

    4. Addison Rae, 88,4 milhões de seguidores

    A dançarina Addison começou no TikTok em Julho de 2019, e foi quando publicou um vídeo de quando ainda era babá, que ela viralizou na plataforma e alcançou milhões de seguidores em menos de 1 ano. 

    Em seu perfil, a dançarina profissional publica vídeos de danças e sincronização labial que milhares de usuários recriam. 

    A TikTok diz que seu sucesso vem da constância em suas postagens, que chegam a alcançar até 5 por dias, em suas redes sociais. 

    Atualmente, o faturamento de Addison Rae ultrapassou a marca dos US$ 8.5 milhões.

    Imagem ilustrativa: TikToker Addison Rae

    5. Will Smith, 72 Milhões de Fans

    E em quinto lugar da nossa lista dos mais famosos, Will Smith. Mesmo afastado das redes, desde março, data da sua última publicação, após polêmica no Oscar, o ator Hollywoodiano se mantém entre os usuários mais famosos e seguidos da rede. 

    Will é ator, rapper, produtor de cinema americano e tiktoker! Deu patrimônio líquido, juntando todos os seus trabalhos, alcançou mais de 350 milhões de dólares.

    Imagem ilustrativa: tiktoker Will Smith

    Agora que você já sabe quem são e quanto faturam os tiktokers mais famosos da rede social, e o quanto a plataforma é lucrativa para quem sabe investir na carreira, que tal se juntar à uma comunidade exclusiva de criadores de conteúdos


    Nós da Samy, há quase 10 anos, transformamos marcas excepcionais em líderes de mercado, combinando tecnologia e talento. Unindo os principais influenciadores com as melhores marcas e campanhas. Entre para o time!

  • Se você está no TikTok, Instagram ou Youtube, com certeza já se deparou com a abreviação GRWM. Que, em livre tradução, significa, Arrume-se Comigo.

    Mas caso você ainda não tenha sido pego por essa nova onda de se inspirar, quando o assunto é moda e como torná-la mais fácil, não se preocupe!

    Neste artigo, vamos conversar sobre essa febre que tomou conta da principal rede social da era contemporânea, o TikTok, e mais uma de suas várias abreviações para diferentes nichos. Sendo aqui, o GRWM!

    Confira!

    O que é o GRWM?

    O “Get Ready With Me” ou “Arrume-se Comigo” é uma trend que surgiu no TikTok, para mostrar como criadores de conteúdo e entusiastas da moda, se arrumam no dia a dia. 

    O conteúdo tem esse nome justamente porque fala sobre a individualidade de cada criador de conteúdo.

    Eles conseguem inovar sobre as formas de se vestir para determinadas ocasiões e como conseguir fazer isso se inspirando em marcas famosas, de maneira prática. 

    E de modo geral, esse é o grande intuito da trend. Gerar novos formatos de conteúdo voltados para o universo fashion. 

    Diante disso, a partir da trend GRWM, notamos que marcas passaram a seguir a trend e fazer parcerias com os influenciadores adeptos da moda, no TikTok e Instagram. 

    Isso mostra que o “Arrume-se Comigo” abriu caminhos não só para que influenciadores pudessem ser notados, mas para que marcas acompanhassem o “hype” da tendência, com o intuito de aparecer nos espaços onde estão seus clientes potenciais. 

    Boa parte desse público faz parte da Geração Z, a nova era dos jovens cibernéticos, que estão dominando os espaços virtuais e distribuindo, diariamente, conteúdos e tendências. 

    Não somente o GRWM, mas também podemos notar outras tendências de moda, no TikTok. 

    Como é o caso do Fahion TikTok, que pode ser entendido como a grande categoria de moda da plataforma.

    Imagem ilustrativa

    Como o Arrume-se Comigo democratiza a moda 

    Sendo assim, a febre do Arrume-se Comigo é parte do Fashion TikTok e uma nova forma de se inspirar através da rede social. 

    E isso abre caminhos para que o conteúdo, dicas e informações, antes disponíveis apenas para grupos seletos e clientes das grandes grifes, possam ser disseminados, de maneira divertida e interativa, para qualquer pessoa que acessar a rede social. 

    Este cenário prova que a moda, nas mãos desses criadores de conteúdo passa a ser algo democrático e acessível. 

    Pois a partir da influência que esses creators geram nos seus públicos, vemos uma total disponibilidade para quem deseja estar atento ao que está na moda, no momento. 

    Mais ainda, os looks desejados se tornaram possíveis aos clientes, a partir de processos vindos de benchmarking, que marcas mais acessíveis ao público e muita parceria com grandes nomes, fizeram. 

    Vestir o que as celebridades vestem, portanto, deixou de ser algo inalcançável.

    Esse impacto é de merecimento aos influenciadores que criam conteúdos para disseminar moda, de maneira democrática, quebrando tabus e inovando com novas tendências. 

    Imagem ilustrativa

    GRWM é novo formato de inspiração

    Dentro dessa trend, existe uma imensa variedade de estilos e tipos visuais, que são mostrados em vídeos, pelos influenciadores. 

    E se você é alguém que costuma ter dificuldade em montar seu próprio look para sair, a tendência te entrega vídeos com pessoas diversas, te conduzindo nesse processo e para qual ocasião estão se arrumando. 

    Portanto, o GRWM viralizou globalmente, dentro do TikTok e em outras redes sociais, justamente por possibilitar um novo formato para as pessoas se inspirarem. 

    Nós da Samy, somos adeptos de toda essa diversidade de conteúdos, e por isso, estamos sempre em busca de parceiros, influenciadores e criadores de conteúdo ideais para cada nicho, inclusive o da moda.

    Faça parte do nosso time de influenciadores, dentro da nossa comunidade ShineBuzz e não perca a oportunidade de se conectar com pessoas do mundo todo, que estão buscando propósitos parecidos com os seus.

  • A moda move o mundo e o Fashion TikTok. A ponto de que, a partir dessa trend – que chamou atenção das marcas internacionais mais desejadas – percebermos a nova era da moda, no mundo contemporâneo, feito especialmente pelas mentes criativas da GenZ

    Mas se engana quem pensa que o TikTok nos últimos tempos não tem mudado, também, a moda e a forma de expressá-la, como um todo. 

    A partir da explosão de conteúdos feitos pelos criadores de conteúdo do TikTok, voltados ao mundo da moda, e a constante relação às grandes grifes internacionais, como Gucci e Balenciaga, a moda, contraditoriamente, passou a ser muito mais democrática.

    Mas afinal, como tudo isso aconteceu? Como moda e TikTok, na atualidade, andam de mãos dadas? 

    Neste artigo, vamos conversar sobre o fenômeno TikTok dentro do setor de moda global e seu impacto direto, a partir do Fashion TikTok, uma das trends mais buscadas dentro da plataforma.

    Confira!

    Imagem ilustrativa

    O que é o Fashion TikTok?

    O TikTok tem ficado em primeiro lugar na busca por moda. E devido ao seu imenso impacto, surgiu o Fashion TikTok, uma trend de moda global dentro da plataforma, feita por criadores de conteúdo entusiastas do mundo fashion, ou até mesmo profissionais da área. 

    Todo esse clamor e busca, chamou atenção de importantes grifes globais, que enxergaram potencial em cativar as novas gerações, em especial a geração Z, responsável por dominar a plataforma e parte considerável da veiculação de conteúdos. 

    Mais ainda, o Fashion TikTok permitiu abrir portas para novos comportamentos, tendências de consumo, de se vestir e novos hábitos. 

    Tamanha popularidade permitiu ao aplicativo, passar a ditar moda, tendências, e elevar influências e influenciadores. 

    Imagem ilustrativa – Influenciadora no TikTok

    O Fashion TikTok democratizou a moda

    Para além da famosa trend, o ‘fashion TikTok’ ampliou o acesso ao conhecimento sobre moda.

    O termo surgiu, sobretudo, após a rede social viralizar diversas tendências, se tornando uma rede para propagar novos estilos, ensinar as pessoas como compor seu looks de acordo com comparações e inspirações nas grandes marcas, e muitos outros truques do mundo fashion. 

    Mais ainda, a plataforma está sendo usada pelas grifes para descobrir novos talentos, modelos e pessoas que, de alguma forma, possam somar em suas marcas. 

    Não à toa, marcas já consagradas, como Yves Saint Laurent e Louis Vuitton, já chegaram a transmitir seus desfiles ao vivo pelo app.

    Isso permite que o público tenha acesso às informações do nicho, inspirações reais e acessíveis e possa, também, assistir aos grandes nomes da moda, como em momentos de grandes desfiles ou eventos globais como o Met Gala

    O que move a conexão perfeita entre TikTok e moda?

    A relação moda e TikTok é movida por dois fatores cruciais: os novos formatos que a sociedade encara o mundo e como é o processo de criar e consumir conteúdo, atualmente. 

    Dados do próprio TikTok, nos mostram tamanha relevância.

    Dentre os usuários frequentes da plataforma, 3 em cada 4 disseram já ter comprado um produto de moda, após ter consumido algum conteúdo relacionado ao nicho. 

    Roupas são os itens mais comprados, em 64% das vezes. Bem como, acessórios (59%) e calçados (47%) possuem, também, bastante relevância. 

    Este cenário revela um ciclo que se retroalimenta. O público consome o conteúdo, é influenciado por ele, e chega no momento da compra.

    Esse processo envolve review de produtos, criação de conteúdos, lançamentos de trends e um ciclo se faz. 

    Itens mais comprados através do Fashion TikTok

    De acordo com relatórios da Stylight, a busca pelo termo “TikTok Fashion” no Google, aumentou 195% no mundo, desde o ano passado. 

    Logo, está mais do que explícito, o quanto estilos e estéticas surgem em comunidades dentro do TikTok e acabam influenciando as grandes marcas. 

    Por exemplo, a hashtag #GucciModelChallenge, começou como uma brincadeira, na qual criadores de conteúdo passaram a recriar looks inspirados nos da Gucci, e cresceu até chegar no momento em que a própria Gucci se envolveu. 

    A partir disso, vídeos com mais de 287 milhões de visualizações surgiram. Impacto um tanto relevante para passar despercebido, não é mesmo? 

    Portanto, diante de todo esse cenário global, podemos entender que o TikTok e o Fashion TikTok conseguiram se tornar a estratégia perfeita para transformar um produto em uma verdadeira “febre”.

    Não à toa, é no TikTok onde você irá encontrar espaço e comunidades que produzem conteúdos autênticos, informativos, democráticos e divertidos. 

    E tudo isso é sobre inspirar pessoas, informar e converter a influência em vendas. 

    Se você é um influenciador digital e quer fazer parte de uma comunidade ativa, que busca por propósitos ao fortalecer seu engajamento com outras marcas, conte com o time da Samy

    Reconhecemos a importância que as redes sociais trazem para o comportamento de consumo das pessoas, e aliamos isso às nossas tecnologias, como a ShineBuzz, carregadas de soluções e conectando influenciadores e parceiros. 

  • O TikTok Ads foi lançado no Brasil em 2021, e com o slogan de “Don’t make Ads, make Tiktoks”, a rede social está se tornando um meio que o seu negócio não pode mais ignorar. 

    Para te ajudar nisso, a plataforma disponibiliza o TikTok Ads ou TikTok Business, que oferecem ferramentas para todos que desejam anunciar, fazer posts patrocinados e publicidade de suas marcas e pessoas, na rede. 

    Neste artigo, vamos conversar sobre como funciona o gerenciador de anúncios do TikTok, a rede social que virou febre no mundo inteiro. E claro, como você usar essas estratégias a seu favor.

    Confira!

    Imagem ilustrativa TikTok, Don’t Make Ads, Make TikToks

    O que é TikTok Ads?

    Assim como em redes sociais vizinhas, como o Facebook Ads, o TikTok lançou o seu gerenciador de anúncios, chamado de TikTok Ads ou TikTok Business, para ajudar marcas e consumidores em suas campanhas e divulgações

    Através do Gerenciador de Anúncios, conteúdos podem ser produzidos com imagens e vídeos em diferentes formatos comerciais. 

    Além disso, dentro do TikTok você pode fazer publicidade, tendo uma conta criada dentro do TikTok Business, com anúncios entre 5 segundos e 1 minuto, com um custo de, pelo menos, 50 dólares por dia. 

    Passando da casa de 1 bilhão de usuários ativos e com uma audiência com mais de 825 milhões de tiktokers acima de 18 anos, a rede social chinesa passa a ser a número 1 da atualidade, sendo uma das melhores estratégias para promover uma marca e pessoas. 

    Não à toa, foi daí que surgiu o TikTok Ads, para abrir portas para quem precisa de inovação e novos públicos para suas marcas, e sem dúvidas, o TikTok, que cresceu imensamente, desde 2019.

    Diversidade de públicos e conteúdos no TikTok

    Engana-se quem pensa que só existe o público jovem e adolescente no TikTok. É verdade que, em sua maioria, encontramos a geração Z, responsável por boa parte dos conteúdos veiculados na plataforma. 

    Quase metade dos usuários (43%) têm entre 18 e 24 anos. 

    Quando levamos esses números para dentro da audiência de anúncios, 24,7% é feito por mulheres. Bem como, encontramos muitos outros usuários acima dos 30 e até mesmo idosos. 

    Sabendo disso, é possível ver a diversidade de públicos e conteúdos existentes na plataforma. Não à toa, o próprio TikTok se intitula como uma rede que se preocupa, em primeiro lugar, com o conteúdo. 

    Logo, as suas entregas são de qualidade e personalizadas para cada usuário, mostrando que anunciar no TikTok é uma ótima sacada de todos os lados e por isso, é crucial saber criar anúncios que impactam na rede. 

    Quase metade dos usuários do TikTok têm entre 18 e 24 anos

    Tipos de anúncios no TikTok

    Existem alguns formatos de anúncios dentro do TikTok. Aqui, listamos e explicamos mais sobre eles para você. 

    Anúncios de Feed no TikTok Ads

    Anúncios de feed podem ser feitos dentro do Gerenciador de Anúncios do TikTok. 

    Dentre as opções, existe o Anúncio de Imagens, veiculados em aplicativos no Feed de Notícias da empresa (TopBuzz, BuzzVideo, Babe).

    Anúncios de Vídeo

    Dentre os anúncios mais usados, está o anúncio de vídeo. Podem ser criados, no formato de vídeo, entre 5 segundos a 1 minuto, e rodam para os usuários no feed personalizado For You (Para Você) do TikTok.

    Anúncios Spark no TikTok Ads

    Os Anúncios Spark possibilitam expandir conteúdos orgânicos da conta para outros usuários. Além disso, costumam performar melhor que outros anúncios, pois possuem uma taxa de conversão 24% maior e 142% a mais de engajamento que os anúncios de feed, por exemplo.

    Imagem ilustrativa para os tipos de anúncios no TikTok

    Como fazer TikTok Ads

    São três etapas principais para criar uma publicidade no TikTok Ads: 

    • Campanhas
    • Grupos de anúncios
    • Anúncios

    Para isso, você deve criar uma campanha, dentro do TikTok Business, selecionar o seu objetivo, criar o nome para a sua campanha e definir qual orçamento você quer disponibilizar. 

    Feito isso, o usuário precisa definir um grupo de anúncios, que a própria ferramenta orienta quem está colocando a mão na massa. 

    Mais do que isso, o próprio TikTok possui seu canal de artigos para auxiliar todos aqueles que estão querendo anunciar na plataforma. 

    Agora que você já sabe o que é e como funciona o TikTok Ads, seja você uma empresa ou influenciador, conte com um time de Marketing de Influência para te ajudar a crescer. 

    Nós da Samy, possuímos uma comunidade de influenciadores, que são direcionados para a produção de conteúdos eficientes para a sua marca, inclusive dentro do TikTok.

  • Planejar, roteirizar e produzir conteúdo para TikTok são passos cruciais àqueles que desejam viralizar na plataforma. 

    Mas todo esse processo não é tão simples quanto parece. Afinal, para se destacar em meio a milhões de pessoas, é preciso muita inovação, criatividade e persistência. 

    A nova era cibernética não produz mais do mesmo, logo, não aceita consumir conteúdos considerados ultrapassados. Os “tiktokers” vieram para mudar tudo! 

    E por isso, neste artigo vamos falar sobre como criar conteúdo para TikTok, como funciona essa febre das redes sociais e os melhores passos para você tomar.

    Confira!

    Imagem ilustrativa

    Como criar conteúdo para TikTok 

    O TikTok é uma rede social que viralizou a partir de 2019, com o intuito de veicular vídeos. Disponível para iOS e Android, ela já soma mais de 1 bilhão de usuários ativos mensalmente, deixando claro o tamanho do seu impacto na nova geração conectada. 

    Mais do que isso, o próprio TikTok deixa claro que seu foco é o conteúdo

    Ou seja, uma plataforma que está muito mais preocupada com a boa distribuição de conteúdos de qualidade, para entreter e ensinar o público que está assistindo. 

    Por isso, é uma plataforma um tanto quanto didática em seu manuseio, mas aos que desejam viralizar, é preciso entender além e manter o foco na roteirização. 

    Dicas para criar conteúdo no TikTok:

    Antes de tudo, você precisa estar ciente que para criar bons conteúdos no TikTok é crucial ter uma mente criativa e que gere insights para conteúdos originais. 

    Como falamos, o foco da plataforma é o conteúdo. 

    Logo, se você produz conteúdos que conseguem prender o público, certamente o algoritmo jogará a seu favor. 

    Até mesmo para trends que já possuem um “roteiro”, sempre busque inovar e colocar a sua identidade como criador de conteúdo, para se destacar. 

    Além disso, perfis que viralizam são, também, aqueles que conseguem manter um padrão de comunicação. 

    E o que isso quer dizer? Quando você acertar em um conteúdo, não tente inventar outra roda, foque no que deu certo e siga a linha de comunicação.

    Portanto, tenha mente os pontos abaixo, na hora de criar seus conteúdos para TikTok:

    • Criatividade
    • Originalidade
    • Roteirização 
    • Planejamento
    • Boa produção
    • Constância
    • Autenticidade
    • Definição do padrão de comunicação
    Dicas para criar conteúdo no TikTok

    Como escolher conteúdo para o TikTok?

    Antes de definir qual tipo de conteúdo produzir no TikTok, é preciso questionar alguns pontos, para encontrar um consenso. 

    Aqui, um check-list de perguntas antes de decidir:

    • O que você sabe e se sente bem ao fazer?
    • Qual o seu objetivo com o TikTok?
    • Qual é o seu público alvo?
    • O que seu público gosta de assistir? 
    • Quais vídeos seu público mais interage?
    • Qual a sua disponibilidade para criar conteúdo?
    • Quais os materiais e ferramentas que você já tem em mãos?
    Como escolher conteúdo para o TikTok

    É necessário ter as respostas para essas perguntas, pois a partir delas, é possível começar a se planejar e dar seus primeiros passos na produção de conteúdos. 

    Antes de qualquer execução, foque no planejamento. Esse, sem dúvidas, será o ponto que irá ditar sua capacidade de viralizar na plataforma, ou não. 

    Afinal, o TikTok entende quem está disposto a ser um criador de conteúdo profissional, dando prioridade para vídeos de qualidade e que o público se encanta. 

    Além disso, você também precisa levar em consideração com que tipo de conteúdo você possui afinidade, gosta e tem, sobretudo, disponibilidade de tempo para se dedicar ao trabalho de produzir conteúdo. 

    Faça uso de ferramentas e estratégias que te ajudem no planejamento, como gerenciadores de tarefas, planilhas ou método canvas. Tudo o que te ajudar no processo de otimizar tempo e eficiência.

    Quais os tipos de vídeos que viralizam no TikTok?

    Qualquer conteúdo bem feito e que se dedique à alguma categoria que o público goste, tem potencial para viralizar. 

    Mas especificamente no TikTok alguns tipos e estratégias de produção, te ajudam a impulsionar isso. Confira abaixo:

    Vídeos rápidos e impactantes

    O conteúdo do TikTok precisa impactar o usuário já nos primeiros segundos, com o intuito de conseguir reter a pessoa no seu vídeo. Vídeos divertidos, interativos, entusiasmados ou que surpreendem, são vídeos virais. 

    Conteúdo original para TikTok

    Além das tendências popularizadas, criar novos conteúdos no TikTok te deixa um passo a mais para o sucesso na plataforma. Use de toda a sua criatividade e recursos que a própria ferramenta disponibiliza, como músicas, hashtags, filtros e efeitos. 

    Desafios do TikTok

    Os desafios do TikTok são muito conhecidos na rede social, logo, possui muitos usuários que estão notando esses conteúdos a todo momento. Produzir vídeos para esta categoria de desafios, pode, inclusive, te colocar na lista de recomendações, aumentando suas chances de viralizar. 

    Vídeos de dança

    Sem dúvidas, quando falamos de Tik Tok uma das categorias que mais lembramos é a de conteúdos com dancinhas. Afinal, foi também por elas, as dancinhas, que a plataforma deu seu grande boom.

    A partir dela, muitas novas tendências surgiram e, sem dúvidas, identificamos o novo estilo das novas gerações tiktokers. 

    Conteúdo com histórias curtas e empolgantes

    Vídeos com conteúdo que mostram histórias curtas, empolgantes, engraçadas ou até mesmo intrigantes, entram para a sessão de conteúdos que viralizam. 

    Se você é usuário do TikTok com certeza já se deparou com algum tipo de conteúdo assim e certamente continuou assistindo. 

    Tipos de conteúdo no TikTok

    E agora que você já sabe os principais passos e reais motivos que fazem conteúdos diversos viralizar na plataforma TikTok, hora de ir ao planejamento e mãos na massa. 

    Diariamente, influenciadores de todo o mundo surgem para criar conteúdos e entreter seu público alvo. 

    Se você é um deles, faça parte, também, do time da Samy. Nossa comunidade exclusiva, recheada de criadores de conteúdos para grandes marcas, te espera.